domingo, 31 de julho de 2011

Módulo Básico - Aula 10 - O Sensor

Nas aulas anteriores ele já foi mencionado, agora vamos aprender um pouco mais a respeito dele.


O Sensor

O sensor, assim como o antigo filme fotográfico, é a parte da câmera que capta a luz que entra pela lente e converte cada pedacinho dela em cargas elétricas, que posteriormente se tornam pixels. Ele é composto por minúsculos diodos sensíveis à luz. Quando o obturador é aberto, cada fotocélula do sensor grava a intensidade da luz que a atinge por meio de uma carga elétrica. Quanto mais luz, maior a carga. A intensidade de luz gravada é armazenada como uma série de números binários que posteriormente podem ser interpretados para reconstruir a cor e o brilho dos pixels no visor LCD da câmera ou na tela do computador.



Existem dois tipos principais de sensores: o CCD e o CMOS. O CCD(Charged Coupled Device, ou Dispositivo de Carga Acoplado), é utilizado em boa parte das câmeras do mercado. Este tipo de sensor normalmente está presente nas câmeras compactas e nas câmeras mais avançadas designadas para uso amador. É menos suscetível a ruído e costuma produzir imagens com melhor resolução, porém consomem cerca de 100 vezes mais energia que o CMOS.

O CMOS(Complementary Metal Semiconductor, ou Semicondutor Complementar de Metal) exige um espaço menor no interior da câmera, e seu processo de fabricação é mais barato. Ele tem a vantagem de consumir muito menos bateria, porém, como há vários transistores próximos de cada pixel, a sensibilidade à luz tende a ser menor. Muitos dos fótons que o antigem, colidem com os transistores ao invés de atingir o fotodiodo. O CMOS tem evoluído muito rapidamente e atualmente é usado na maioria das câmeras profissionais, podendo manter praticamente a mesma qualidade de imagem produzida pelo CCD, ao mesmo tempo que consome muito menos bateria.

Existe muita discussão em torno de qual destes tipos de sensor é melhor, uns afirmam que o CDD possui qualidade superior, já outros dizem que o CMOS é melhor. Com a constante evolução da tecnologia, é impossível dizer qual é o melhor e qual é pior, podemos dizer apenas que cada um tem as suas vantagens e desvantagens. O que é realmente importante a se considerar, independentemente do tipo do sensor, é o seu tamanho. Existe um assunto que será abordado na próxima aula, chamado Fator de Corte, na qual o tamanho do sensor interfere diretamente no resultado final da imagem.

Existem vários tamanhos de sensor. O seu tamanho é medido em milímetros(mm). Veja como é um sensor na imagem abaixo. Clique para ampliar.


Até a próxima aula!

Aula Anterior   Próxima Aula